Project Description

Suspensão do Terço Médio

No rosto, as mudanças mais visíveis da ação do tempo ocorrem na parte central com flacidez e perda de volume nas bochechas, desenvolvimento de rugas e áreas profundas abaixo das pálpebras inferiores. Para a correção, o lifting facial do terço médio é o procedimento comumente recomendado, em especial para aquelas pessoas que não apresentam flacidez no terço inferior do rosto.

A cirurgia pode auxiliar na diminuição das marcas de envelhecimento, deixando a pele com um aspecto mais firme e jovial. O efeito lifting faz com que o rosto restaure o contorno da juventude, o que confere um visual mais relaxado ao paciente.

Como é feito?

A suspensão do terço médio é realizado da seguinte maneira: o cirurgião estica os tecidos subjacentes e eleva as bolsas de gordura que desceram com o tempo. Dessa forma, o paciente recupera a firmeza e a jovialidade da parte central do rosto.

Vale a pena ressaltar que a suspensão do terço médio não corrige a flacidez da linha da mandíbula ou do pescoço, nem tampouco as linhas finas ou irregularidades que se formam próximas aos olhos, ou na testa. Para conseguir um rejuvenescimento facial mais completo é fundamental fazer uma avaliação com o cirurgião plástico, pois, somente esse profissional poderá identificar a necessidade de fazer um procedimento adicional como a blefaroplastia, por exemplo.

Preparo Cirúrgico

O primeiro item a ser considerado antes de iniciar a suspensão do terço médio é o estado de saúde do paciente. Por esse motivo, o cirurgião realiza uma anamnese completa com uma série de exames pré-operatórios para garantir a inexistência de qualquer fator que possa comprometer o procedimento.

Dependendo da extensão do tratamento pode durar entre uma hora e meia e três horas. O cirurgião plástico faz a assepsia da área a ser tratada antes do procedimento e aplica uma anestesia geral para que o paciente durma no decorrer da cirurgia.

Recuperação

Assim como em qualquer pós-operatório cirúrgico, é comum que o paciente sinta dor e tenha inchaço e hematomas. No entanto, esses sintomas desaparecem com o tempo, o que pode levar algumas semanas.

O cirurgião pode aplicar uma bandagem mais frouxa ou uma malha de compressão para agilizar a cicatrização. Essa malha é apertada, auxilia na diminuição do inchaço – evitando, também, a formação de líquido – e proporciona mais sustentação e conforto ao paciente no pós-operatório.

Os resultados ficam mais visíveis conforme os hematomas e o inchaço do procedimento desaparecem, sendo que é comum notar os primeiros sinais logo após a cirurgia.

É importante deixar claro que o processo de cicatrização ocorre de maneira distinta em cada pessoa. Portanto, em alguns pacientes essa etapa pode levar meses para ser concluída.

Agendar Consulta