Project Description

Frontoplastia Endoscópica

O processo de envelhecimento da região frontal acontece pela ação da forte musculatura local durante muitos anos, além da perda da elasticidade e flacidez da pele local.

A frontoplastia endoscópica é um dos procedimentos mais modernos na cirurgia estética da face atualmente. Trata-se de uma cirurgia minimamente invasiva para tratar as rugas frontais e acima do nariz, além de levantar a cauda das sobrancelhas.

Mas é possível corrigir essas pequenas imperfeições e deixar o rosto mais harmonioso com a frontoplastia, que nada mais é que um lifting frontal. Ela faz a elevação da testa, minimizando os vincos (dobras, marcas) na região, devolvendo uma expressão mais jovem e bonita à face.

Mas o que é a frontoplastia?

A frontoplastia (também conhecida como lifting facial) é uma cirurgia realizada para a elevação das sobrancelhas, e o principal objetivo é retardar o processo de envelhecimento da fronte e glabela (espaço entre as sobrancelhas).

É indicada para pacientes que não estão contentes com o aspecto da região da testa, e se incomodam com aquele olhar cansado, triste ou até mesmo bravo. Pacientes com rugas na testa e entre as sobrancelhas são os que mais procuram esse tipo de procedimento.

Como é feita a cirurgia?

A cirurgia é feita através de pequenos cortes, escondidos no couro cabeludo atrás da linha de implantação do cabelo.
Utiliza-se uma micro câmera e sob visão no monitor, descola-se a pele de toda a região frontal, e então se realiza o enfraquecimento da musculatura causadora das rugas da testa e da região acima do nariz, com a elevação da cauda da sobrancelha.

Na maioria dos casos, a frontoplastia é feita com anestesia local e sedação.

Pós-operatório

Os resultados da frontoplastia não são imediatos – em média, são necessários seis meses para o resultado final. Depois de algumas horas da cirurgia podem ser observados hematomas e inchaços na região, e são indicadas compressas frias para aliviar o edema.

Por não necessitar de grandes cortes e ressecções, o trauma cirúrgico desta cirurgia é muito menor, propiciando assim uma recuperação bem mais rápida. Durante as primeiras 48h após a cirurgia o paciente deve permanecer em repouso. Os pontos são removidos após a cicatrização inicial das incisões, que pode levar entre cinco a dez dias.

Agendar Consulta